Texto e fotos por Pedrinho Fonseca (pai associado da Vivendo e Aprendendo)

O lugar somos nós. Se lá não estamos, o lugar é imaginação. Nosso pensamento tentando habitar um espaço desconhecido com cores, árvores, bancos, brinquedos, um sol que se põe no horizonte. Mas quando lá estamos, o lugar passa a existir. E aí o pensamento, livre deste trabalho imaginativo, ocupa-se em pensar em como podemos ocupá-lo. Juntos, aquele lugar – que existe – e nós, nos tornamos um.

No sábado, dia 26 de agosto de 2017, a Vivendo e Aprendendo ocupou a Praça do Compromisso para celebrar a Festa da Cultura Popular – pensada, organizada e festejada por toda a comunidade da escola. A cultura popular, queiramos ou não, nos habita. Somos nós o lugar para que ela exista (e resista). E um inexiste sem o outro. Estamos tão ligados (nós na cultura e ela em nós) que toda vez que uma força obscura e temerosa quer nos enfraquecer, o que faz? Tenta apagar a nossa cultura, a nossa memória, a nossa existência.

Ocupar a praça, no sábado, foi transpor a imaginação, levar o pensamento para passear, junto com tantos outros pensamentos – similares, distintos, iguais, opostos. E do conjunto de encontro dos nossos pensamentos, na praça, ocupamo-nos de fazer existir e resistir a cultura popular. Uma festa se fez em nós.

 

 

 

 

Comenta aí =)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s